Rio FM

Show da Rio

Márcio Jota

Partidos negam uso de candidaturas ‘laranjas’ em Sergipe

14/03/2019 09:00

O Ministério Público Federal está investigando suspeita de uso de “candidaturas laranjas”, na cota partidária destinada às mulheres, que teriam sido financiadas por siglas partidárias nas eleições de 2018 em Sergipe. Os partidos, aos quais as candidaturas suspeitas estão vinculadas, negam o patrocínio de ‘laranjas’ e as suspeitas ainda não foram confirmadas pela Justiça Eleitoral. As investigações estão em curso, conduzidas pela procuradora regional eleitoral Eunice Dantas, e todos os procedimentos estão sendo mantidos em sigilo, conforme informações da assessoria de imprensa do MPF.

Estão na mira do MPF, sete mulheres que disputaram mandato de deputada estadual nas eleições de 2018 em Sergipe: três filiadas ao PSB, três ao PSDB e uma do MDB. O Portal Infonet não conseguiu localizar as candidatas, mas ouviu lideranças dos partidos, aos quais as mulheres são filiadas e disputaram as eleições.

O ex-deputado federal Valadares Filho, presidente do Diretório Estadual do PSB, que disputou o Governo do Estado, nega o envolvimento do partido para patrocinar candidaturas ‘laranjas’ e considerou as três filiadas guerreiras, dispostas e empenhadas em obter bons resultados nas urnas. O que não ocorreu. “Fizeram a campanha dentro da legalidade”, garante. O presidente do PSB informou que a assessoria jurídica do partido está acompanhando a questão.

O presidente da Executiva Estadual do MDB, João Augusto Gama, disse que desconhecia a única candidata do partido que está na mira da Justiça Eleitoral. E assegurou que o partido não idealizou nem incentivou qualquer candidatura ‘laranja’. O presidente assegurou que o partido não exerce qualquer influência neste aspecto e que a prestação de contas dos recursos destinados às candidaturas é feita exclusivamente pelo candidato à Justiça Eleitoral. “O partido não tem nada com isso, não administra a conta dos candidatos. O partido não pode ter esse controle, quem tem esse controle é a Justiça Eleitoral e está tudo na Justiça Eleitoral”, declarou.

Fonte: Infonet

Mais Notícias

Outras Notícias

Jairo também não tem negado interesse de disputar a Prefeitura.

Continue Lendo

Medidas protetivas de afastamento do lar serão aplicadas também pela autoridade policial nos casos d ...

Continue Lendo

As medidas recomendadas pelo MP fazem parte de uma campanha para educar os itabaianenses no trânsito ...

Continue Lendo

Cabe recurso e a defesa já confirmou que irá recorrer ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supr ...

Continue Lendo