Rio FM

Sintese em Ação

Professor Milano

PMDB fecha questão a favor da reforma da Previdência

PMDB fecha questão a favor da reforma da Previdência

07/12/2017 02:24

BRASÍLIA - Partido com a maior bancada da Câmara, o PMDB anunciou nesta quarta-feira, 6, que fechou questão para tentar obrigar seus 60 deputados a votarem a favor da reforma da Previdência. Com a decisão da legenda do presidente Michel Temer, a expectativa do governo é de que outras siglas da base aliada sigam o exemplo e também fechem questão a favor da matéria nos próximos dias.

+++ Sem reforma da Previdência, haverá aumento de imposto e Bolsa Família não será pago, diz Maia

Não há, no entanto, previsão de punição para deputados que não seguirem a decisão do partido, informou há pouco o ministro Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência. “Se tivesse punição prevista, você estava ameaçando o companheiro”, declarou o ministro após deixar a reunião da executiva.

+++ Relator da reforma diz que governo tem entre 290 e 310 votos a favor da Previdência

Também presentes na reunião, o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) e o deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS) disseram que apenas três integrantes da executiva se posicionaram contra o fechamento de questão. Foram eles: os deputados federais João Arruda (PR) e Mauro Mariane (SC) e o vice-governador de Pernambuco, Raul Henry

+++ Reforma da Previdência: como devemos fazer? Como queremos viver?

O fechamento de questão é uma decisão tomada pela maioria da executiva nacional de um partido. Quando isso acontece, parlamentares que votarem de forma diferente ao que determinou a direção da legenda podem ser punidos até mesmo com a expulsão. Há também o fechamento simbólico feito pelas bancadas no Congresso. Nesse caso, porém, não costuma haver punição.

A expectativa de integrantes da cúpula do PMDB é de que de 10 a 15 deputados do partido desobedeçam a direção e votem contra a reforma. Um deles é Fábio Ramalho (PMDB-MG), 1º vice-presidente da Câmara. "Vou votar de acordo com a minha consciência. Não fui eleito para fechar questão. Não aceito forca no meu pescoço", declarou o peemedebista mais cedo.

O PMDB foi o segundo partido a anunciar fechamento de questão. Com uma bancada de 16 deputados, o PTB anunciou mais cedo que obrigará seus parlamentares a votarem a favor da reforma. Na decisão, assinada pelo presidente nacional da legenda, o ex-deputado Roberto Jefferson (RJ), o partido não deixa claro qual será a punição aos deputados que desobedecerem a decisão.

O governo espera que a posição do PMDB inspire outros partidos a fecharem questão, entre eles, PP e PRB. Ontem, a executiva nacional do PRB chegou a se reunir para deliberar sobre o assunto, mas, no fim, decidiu só bater o martelo após o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcar a data da votação. O PP também informou que só tomará decisão depois de definida a votação.

 
Igor Gadelha, com colaboração de Idiana Tomazelli
Mais Notícias

Outras Notícias

Garotinho inicia greve de fome em presídio no Rio

Continue Lendo

Decreto reduz horário de verão em cerca de 15 dias

Continue Lendo

MEC libera R$ 290 milhões para custeio de universidades

Continue Lendo

Ceac terá sede no Shopping Peixoto, em Itabaiana

Continue Lendo